COVID-19

Click aqui e ouça a Irecê Líder FM, enquanto acompanha as noticias da sua cidade.

Ouça essa matéria

Roma aponta crescimento de Bolsonaro no Nordeste e na Bahia

25/10/2022




O deputado federal João Roma (PL), que acompanha o presidente Jair Bolsonaro (PL) em visitas às cidades de Guanambi e Barreiras na tarde desta terça-feira (25), aposta que a diferença entre o atual presidente e o candidato do PT, Lula, deve diminuir tanto no Nordeste quanto na Bahia. "Bolsonaro já saiu de 25% para 29%. Acredito que passa dos 30% na Bahia. O que sem dúvida nenhuma vai diminuir a quantidade de votos entre Lula e Bolsonaro na Bahia, assim como também no Nordeste", disse Roma, em entrevista à TV Jovem Pan News, na manhã desta terça.

Roma destacou que, no segundo turno, apresenta nova dinâmica. "Em especial aqui no Nordeste, as campanhas de deputados estaduais e federais exercem um grande magnetismo, há uma grande estrutura do primeiro turno e agora fica mais claro para população discutir os projetos, o que cada candidato tem feito, como está o Brasil e o que que cada um pretende para o futuro do Brasil. Acredito que nós vamos diminuir essa diferença de Bolsonaro pra Lula aqui no nordeste", reiterou Roma.

O deputado federal ressalta a chegada de novos apoios ao presidente, inclusive de deputados estaduais e federais que apoiaram ACM Neto, candidato do União Brasil no primeiro turno, e agora também apoiam Bolsonaro. "Estamos somando esforços. E muitos, muitos prefeitos, muitos parlamentares que, no primeiro turno, não manifestavam apoio a Bolsonaro com receio de olhar uma pesquisa e se influenciar, agora no segundo turno muita gente está se manifestando. A campanha cresceu e Bolsonaro aqui no Nordeste e na Bahia em especial", celebrou Roma.

O parlamentar baiano também comentou a denúncia feita na segunda-feira (24) pelo ministro das Comunicações, Fábio Faria, de que "de 7 a 21 [de outubro], a campanha do presidente Jair Bolsonaro teve a menos no Brasil 154.085 inserções de rádio", em comparação ao candidato Lula, fenômeno que teria ocorrido principalmente no Nordeste e notadamente na Bahia.

"É fundamental que isso se comprove porque, comprovando, nós teremos encontrado um grande desequilíbrio nesse processo eleitoral brasileiro. Nós estamos vivendo um momento muito tenso das eleições mais importantes da história do Brasil e é fundamental que haja o fortalecimento das instituições, através, inclusive, da implantação de uma justiça plena, de uma justiça com regras claras. Está havendo muito desequilíbrio nesse processo eleitoral", criticou Roma.

Leia Também

Reportagens recentes:
2011 - 2020 @ Líder Notícias - O Seu Canal de Informação | Desenvolvedor :: @ vJPacheco