COVID-19

Click aqui e ouça a Irecê Líder FM, enquanto acompanha as noticias da sua cidade.

Ouça essa matéria

Alex Poatan nocauteia Adesanya no último round e é campeão dos médios

14/11/2022




Alex Poatan tem a vocação de ser o algoz de Israel Adesanya. Não importa a modalidade. Depois de duas vitórias no kickboxing, ele desafiou o campeão peso-médio (até 84kg) do Ultimate na luta principal do UFC 281, na madrugada deste sábado para domingo, em Nova York (EUA), e conseguiu uma virada que já parecia improvável. Após ficar em desvantagem em pelo menos três dos primeiros quatro rounds, o brasileiro encontrou forças para nocautear 2min01s do quinto assalto para destronar o nigeriano e ser o novo detentor do cinturão da categoria.


- Eu sabia que seria campeão. Eu sou humilde, da forma que fiz algumas pessoas não gostaram, mas faz parte, foi de forma saudável. Agradeço todo mundo pela torcida. Vim treinando, treinei duro pra luta. Desde o primeiro camp não fiz três rounds, vinha fazendo só quatro ou cinco. Falo pra você: tive uma luta diária. Hoje foi muito difícil, muitas pessoas desacreditaram falando que não poderia fazer cinco rounds. Fiz cinco rounds muito bem. Estou pronto pra próxima - afirmou o novo campeão peso-médio.

Esta foi a primeira derrota de Adesanya como peso-médio no MMA. O nigeriano agora tem cartel de 23 vitórias e dois reveses e só havia perdido como meio-pesado (até 93kg), ao disputar cinturão da categoria contra o então campeão Jan Blachowicz. Já Poatan alcançou sete triunfos em oito lutas na modalidade e bateu seus quatro adversários no UFC.

A luta

Não teve espaço para toque de luvas e nem para estudo quando o árbitro central determinou o início. Poatan rapidamente entrou com uma voadora, mas o campeão esquivou. Os dois trocavam chutes baixos, com o brasileiro com mais volume. O primeiro golpe mais forte foi de Adesanya, com um direto tocando o rosto do desafiante. Poatan dominava o centro do octógono e apostava nos chutes nas pernas, mas tinha dificuldade para encurralar o rival, que se movimentava constantemente. Nos segundos finais, Adesanya escapou de um clinche e conectou dois golpes certeiros no rosto do brasileiro, que balançou no soar do gongo.

O campeão voltou mais confiante e passou a provocar mais na movimentação e nas esquivas, sem deixar de golpear. Mais rápido, ele dominava a luta, até que uma canhota de Poatan entrou no rosto. O brasileiro foi para cima, acertou outra esquerda, mas Adesanya clinchou, neutralizou a pressão e tentou uma queda. Ao sair do clinche, acertou jab e direto no rosto do rival. O desafiante responder com cruzado de esquerda, e a luta ficou franca. O brasileiro cresceu na reta final e terminou o segundo round com uma queda.

Mais uma vez Adesanya iniciou bem o assalto. Sua combinação de jab e direto seguia precisa. Poatan foi para a queda, mas o campeão inverteu a posição, caiu por cima, dominou as costas e golpeou a cabeça do desafiante. O brasileiro tentava escapar da posição, mas não conseguia se desvencilhar do rival. Ele girou, mas o nigeriano ficou por cima, dentro da guarda e garantiu o round.

Estratégico, Adesanya respondia rápido sempre que o desafiante encurtava a distância e entrava no seu raio de ação. Hesitante, Poatan tinha dificuldade de achar espaço para suas combinações. O nigeriano usava bem o clinche para conter o ímpeto do rival, que não conseguia aplicar sequências longas de golpes. E sempre que se desvencilhava, Adesanya aproveitava para deixar seus diretos e cruzados.

Precisando de um nocaute para sair com o cinturão, Poatan voltou agressivo e colocando potência em suas investidas, mas o campeão evitava a trocação franca e abusava do clinche. O brasileiro desequilibrou Adesanya com um chute baixo, mas não conseguiu capitalizar o momento da queda do rival. No entanto, na sequência, o milagre aconteceu. Na grade, Alex Poatan acertou direto de direita, uppercut e sequência de cruzados que deixaram Adesanya nocauteado em pé.

Leia Também

Reportagens recentes:
2011 - 2020 @ Líder Notícias - O Seu Canal de Informação | Desenvolvedor :: @ vJPacheco